24 de agosto de 2015

Relato de parto - Thalita Freitas

Relato de Parte l
       - 15/07/2012, 38 semanas e 5 dias, me levanto pela manhã as 9 horas, um pouco indisposta pois havia passado em alguns hospitais anteriormente e namorado bastante anoite, subo pra casa da minha mãe ainda de pijama, todos reunidos na sala vou direto para o banheiro, faço tudo que preciso fazer, saio do banheiro e me sento no sofa quando percebo um liquido escorrendo em minha calcinha levanto e retorno ao banheiro e nada me sento novamente e outra vez cheguei a brincar (acho que to fazendo xixi na calça rs) minha prima desesperada grita sua bolsa rompeu! ã como assim? ai começa a correria liga pra lá, liga pra cá e eu ali calma como se nada tivesse acontecendo, realmente nada tava acontecendo, me levantei, me troquei e fui verificar as bolsas quando tudo estava pronto fui pra maternidade Hospital Risoleta Neves (maravilhoso), chego na recepção as 10 hrs, as 10:30 sou examinada e pra minha tristeza 1 cm de dilatação, resolveram induzir com ocitocina! Continuei calma tranquila até então a todo tempo meu marido ao meu lado, entramos para o Pre parto e á 13 hora da tarde iniciamos a indução até ai tudo bem! o dia foi passando, e nada acontecia cheguei a pensar que fariam uma cesariana já estava a horas ali e nada mudava, mas Bebes sabem nascer. As 20 hrs se iniciavam as contrações leves ainda dava pra aguentar rs, e o que era doce foi se tornando amargo, dores , sono, cansaço, mas Deus enviou um anjo uma Enfermeira q me fazia massagens, exercícios e me dava apoio em tudo. Novo exame 7/8 cm a essa altura só queria saber da bola (santa bola) e do chuveiro (maravilhoso), as dores só aumentando, chorava, apertava as mãos do meu marido, o agarrava, me agachava, rebolava, sentava na bola, recebia carinho e apoio da Enfermeira. Sentia que já estava chegando a hora ( lembro de ter ficado umas 3 horas debaixo da agua sentada na bola recebendo massagem da Enf, nesse momento já estava com 9/10 cm de dilatação, uivando de dor e cansaço físico e mental isso as 2:50 da manhã do dia 16/07/2012, nada me ajudava, sentia que já estava na partolândia, quando decidi sair do chuveiro e me deitar, novo exame 10 cm e o bb já estava coroando, fico na posição de cócoras me segurando a uma barra de ferro em cima da cama, me lembro de arde muito e sentir o circulo de fogo, quando coloquei a mão e senti meu bb chegando, isso me deu força, duas ou 3 forças mais e ali estava ele, as 3:15 da manhã, 18 horas depois, para meu desespero com 2 circular de cordão, todo roxo, não respirava, não chorava, não se movia, lembro da correria da equipe medica, meu desespero gritava pra saber o que estava acontecendo, enquanto isso eles me davam pontos laceração grau II, 3 pontos sem anestesia, quando o ouvi chorar pela primeira vez choro e alivio ao meu coração, ele estava deprimido em apneia, apegar 5 foi direto para o oxigênio, não pude pegar meu filho por 12 horas, não pude amamentá-lo, (essa dor foi pior do que levar os pontos sem anestesia). Depois das 12 horas ele veio pra mim e até hj não nos desgrudamos mais.


 
 
Relato de Parto II
        Quando descobri que estava gravida pela segunda vez sendo que meu bb não tinha nem 3 anos ainda meu mundo caiu, me desesperei me sentia incapaz de cuidar de duas crianças ao mesmo tempo, mas meu maior medo era de passar novamente tudo aquilo que havia passado no primeiro parto. Mas fui vencendo o medo a cada dia que se passava, e tinha certeza que queria um parto totalmente normal sem nenhum tipo de intervenção por isso escolhi a maternidade Sofia Feldman para parir! 
       Gestação tranquila, no dia 8/11/2014 38 +2 fui a uma festa andando e tive que carregar meu filho mais velho que tinha dormido, chegamos e fui dormi tbm! no dia seguinte 9/11/2014 38 semanas + 3, acordo sentindo alguns desconfortos e muito cansada, fui ao mercado do mercado, pra casa da minha mãe ( Fui almoçar ) sentindo muito incomodo e perdendo o tampão. Foi assim o dia inteiro, intercalando entre o chuveiro e a cama, mas era resistente, me levante, me arrumei com mais incomodo ainda e fui para igreja (andando) pq se era pra ser naquele dia seria natural, não consegui ficar então voltei pra casa pro chuveiro, não achava q era hora de ir a maternidade ainda. As 22 horas meu marido me convenceu a ir avaliar como estava o bb e se havia alguma mudança, fomos pro Risoleta Neves e pra nossa surpresa 6 cm de dilatação tomei um baita susto! com 6 cm no primeiro parto estava para morrer rs, fui internada mas não havia vaga então me transferiram para o Sofia Feldman isso as 23:00 hs, chegamos de ambulância ao Sofia, meu marido ao meu lado sempre, demoramos para ser atendidos e eu já chorando de tanta dor,, quando examinada 7/8 cm de dilatação fui direto pra suíte de parto Dona Beija, já era madrugada do dia 10/11/2014, me intercalava entre a bola, chuveiro e caminhadas de cócoras para alivio da dor, mas nada resolvia rs muita dor, mas tudo muito natural, lembro de ter conseguido dormi entre uma contração e outra, quando acordei a fera tinha chegado, a bolsa rompeu e sentia puxos, novo exame e muita alegria 9/10 cm, e ele já estava bem baixo, mas estava ficando sem oxigênio entre uma contração e outra me colocam no oxigênio a essa altura já sentia vontade de fazer força, queria parir na banheira, mas ele já estava coroando então escolhi parir na banqueta de parto, sentia muita dor, muito puxos, e vontade de fazer forças, as 3:45 da manhã alguns gritos, suspiros, urros, apertos e então ele chegou, lindo e perfeito direto pro meu colo, cheirando a Amor, alivio e todos os sentimentos mais lindos do mundo era ele ali no meu colo. Esperamos o cordão parar de pulsar, o papai cortou o cordão, ele não passou por nenhuma intervenção eu não passei por nenhuma intervenção, tive laceração grau I, alguns pontinhos e tava tudo Ótimo. Fomos respeitados e bem acolhidos por toda equipe do Sofia, foi tudo ótimo!
 
 

Nenhum comentário: