5 de setembro de 2012

Bem Nascer apóia evento mundial


LIBERDADE para Nascer – O Filme
1.000 exibições simultâneas em todo o mundo. Este é o objetivo dos organizadores da exibição mundial do filme “Liberdade para Nascer”. O documentário conta a história da parteira húngara, Agnes Gereb, que foi presa por apoiar mulheres que optaram por dar à luz em casa.  Em Belo Horizonte, a iniciativa ganhou o apoio da ong Bem Nascer, promotora do evento, e do projeto de responsabilidade social do Cine Sesc Palladium. O documentário será exibido dia 20 de setembro, às 19h30, uma quinta feira, gratuitamente, na sede do cinema, à Rua Rio de Janeiro, 1046, centro. Depois da exibição, haverá um debate sobre o tema. As vagas são limitadas.
Liberdade para Nascer é um documentário de 60 minutos com grandes especialistas internacionais de renome e advogados de direitos humanos; todos clamando por uma revolução na forma como os nascimentos vêm sendo realizados nas instituições de saúde de todo o mundo. Realizado pela Alto Films, conta com depoimentos da parteira americana Ina May Gaskin; do médico francês, Michel Odent; da antropóloga Robbie Davis-Floyd, da educadora americana e diretora do documentário Parto Orgástico, Debra Pascali-Bonaro; entre outros profissionais militantes da humanização do nascimento no mundo.

Revolução das Mães
O filme foi dirigido pelos cineastas Toni Harman e Wakeford Alex e feito por iniciativa de uma das mães que teve seu filho com a parteira Agnes Gereb. Anna Ternovsky, que levou seu país ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos e ganhou, um caso histórico que tem implicações importantes para o parto em todo o mundo.
Toni Harman, um dos cineastas explica: "A decisão Anna Ternovsky versus Hungria no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos em 2010 implica que, agora, na Europa, cada parturiente tem o direito legal de decidir onde e como ela dá à luz. E em todo o mundo, isso significa que se uma mulher sentir que seus direitos humanos estão sendo violados, que suas escolhas de nascimento não estão sendo totalmente respeitadas, ela pode fazer uso das leis para proteger esses direitos. Com o lançamento de Liberdade para nascer, nós esperamos que as mulheres tomem consciência dos seus direitos legais. Queremos que nosso filme ajude a desencadear uma revolução na assistência à maternidade em todo o mundo. “Na verdade, estamos chamando este movimento de ‘Revolução das Mães´”.
Os organizadores querem a atenção de todo o mundo para as violações dos direitos humanos na assistência ao parto ao redor do mundo, informar as mulheres sobre seus direitos a escolher onde e como pretendem ter seus filhos.
Segundo Cleise Soares, presidente da ong
Bem Nascer:  “Cinquenta e dois por cento das crianças brasileiras nasceram de cesarianas no Brasil, no ano passado, a maioria de cirurgias desnecessárias. Duas mil mulheres morreram em decorrência de partos em 2011, muitas por causa de uma assistência desqualificada. Procedimentos invasivos no parto, violência institucional e desrespeito no nascimento dos seus filhos são denunciados pelas mulheres constantemente em nossa instituição. Por isso, resolvemos apoiar a exibição do documentário em Belo Horizonte, unindo nossas forças com nossos companheiros de outras partes do mundo e enfatizando nossa luta pelo respeito ao nascimento”.

SERVIÇO
Exibição do documentário “Liberdade para Nascer – O Filme”
Promoção: ong Bem Nascer
Data: 20 de setembro de 2012
Horário: 19h30
Local – Cine Sesc Palladium – Rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro / Av. Augusto de Lima, 420 - Centro

Notas adicionais:
Informações adicionais sobre a Liberdade para o nascimento pode ser encontrada no site:
http://freedomforbirth.com
Informações para contato:
Toni Harman, produtor / diretor, Liberdade Para o Nascimento
info@altofilms.com +44 (0) 1273 747837 Website: http://freedomforbirth.com
Contatos em Belo Horizonte: (31) 9945-3255 – Lis Brasil
Cleise Soares (presidente da ong Bem Nascer – 8756.5932)





Nenhum comentário: