12 de novembro de 2010

VITÓRIA: PRIMEIRO PARTO DOMICILIAR PÓS CESÁREA


No último dia11 de novembro, nasceu o segundo filho da Geozeli e Glicério, num parto domiciliar, rodeado por mulheres e profissionais de plantão - três enfermeiras obstetras e duas doulas. No dia anterior, aconteceu um "chá de Bençãos" no local. Ela é coordenadora da Bem Nascer de Acolhimento, que realiza os encontros. E realmente ela foi abençoada. Depois de uma cesariana, no nascimento do Francisco, se estivesse na rede tradicional de saúde, provavelmente teria outra cirurgia. Reza o mito: uma cesárea, sempre cesárea.
A alegria é geral e as usuárias da nossa Lista Bem Nascer - na Internet - fazem coro na comemoração deste parto domiciliar. Uma, porque derruba um mito e outra, porque a parturiente é a nossa querida Geozeli, sempre presente e atuante nas atividades da ong BemNascer.
Parabéns a nossa yoguiní guerreira, ao "pai lhaço" (como ele gosta de se chamar, já que é ator) e a essa equipe maravilhosa, esse círculo de mulheres que rodeou este parto. Um verdadeiro abraço feminino.
Cleise Soares(presidente da ong Bem Nascer)

3 comentários:

Tata disse...

Eu estava lá, eu era uma das doulas e tive a honra de participar da intimidade encantadora desta família iluminada! A Geo sabia o que queria, se informou do que era possível e cercou-se de uma equipe de assitência que respeitaria e reforçaria suas escolhas. E PARIU!!!! Lindamente, como mamífera poderosa, como queria. Foi um presente. Daphne, doula de BH/MG

Alex (Alessandra) Godinho disse...

Parabéns Geozeli, Glicério, Francisco, Baby e equipe!!!
Como se chama o rapazinho?
Dar à luz em casa é uma delícia.

Bençãos,
Álex Alessandra Godinho

Kalu disse...

Eu sou imensamente grata por ter sido escolhida para presenciar este nascimento. Mais grata pelo vinculo que estabelecemos todos os meses antes da chegada deste bebê. Amei ser a doula babá do Francisco e ser recebida tão carinhosamente por ele. Nunca vou me esquecer os minutos que ficamos juntos, ele acariciando meus braços, com os olhos perdidos recém acordados. Meditei em sua sala, quando não havia necessidade da minha presença no banheiro. Fiz um altar com velas que trouxe de casa e mantras que tocam minha alma. Meditei profundamente pedindo força e proteção para todos ali presentes.

Rolei no quintal com Francisco, dei-lhe comida, troquei fralda. Ele perguntava pela mamãe e papai, chegávamos a sala e ele me convidava para uma nova brincadeira. Até que me aproximei de você e abraçados ficamos até o bebê nascer. Abraçada com você no banheiro me senti uma grande mãe. Me senti tão próxima de você e um amor imensurável! Pude sussurrar no seu ouvido as cores para um relaxamento. Coloquei meu reiki em exercício. Este parto foi sagrado, inesquecível. Não porque foi o primeiro VABC domiciliar. Mas por ser o parto de uma amiga muito querida, que ajuda tanta gente.

Foi uma grande honra servir e mais ainda ser sua amiga. Esses víncuulos são eternos e inesquecíveis! Glicério é um homem raro que é uma unidade linda com você.

Doula companheira – Daphne. Obrigada por tanto carinho e consideração. Nossa parceria foi sincrônica e perfeita. Uma honra trabalhar com você!

Miriam e Odete: Espero ter a honra de trabalhar com você muitas e muitas vezes!

Com amor e ocitocina